O comportamento de compra no mercado hoje é composto por quatro gerações distintas que convivem no mundo corporativo, acadêmico e de consumo. Tratam-se dos Baby Boomers, da Geração X, Geração Y e Geração Z.

Cada uma delas se desenvolveu em períodos e contextos diferentes da sociedade, e isso torna seus hábitos, suas ideias, paixões, formas de comunicação e, é claro, seu comportamento de compra únicos.

As mudanças no meio no qual estão inseridas e as tendências influenciam seus valores, suas perspectivas e visões de mundo. A geração Y, por exemplo, surgiu na transição do mundo tecnológico, já a geração Z foi criada nesse modelo de civilização totalmente conectado e digital.

Para atender a públicos tão diversos, é fundamental se manter atualizado e renovar as técnicas e metodologias de vendas. O varejo enfrenta desafios para transformar o modelo de negócios e torná-lo relevante para os consumidores que estão chegando.

Se você deseja entender o comportamento de compra dos seus clientes de diferentes gerações, então, preste atenção, porque esse cuidado pode fazer toda a diferença no seu comércio varejista. Saiba mais a seguir!

Comportamento de compra da geração Y: a testemunha da internet

Nascida entre as décadas de 1980 e 1990, a geração Y, também conhecida como millennials, presenciou uma das maiores revoluções da história: os avanços tecnológicos e a disseminação da internet.

Moldada pelas novas tecnologias, essa geração tem facilidade para trabalhar com ferramentas digitais e incorporar ideias inovadoras na rotina de trabalho. E isso reflete diretamente em seu comportamento de compra.

Eles costumam ser mais críticos e exigentes do que os consumidores das gerações anteriores. Fazem pesquisas, comparam preços, condições de pagamento – tudo na palma da mão.

Comportamento de compra da geração Z: os consumidores digitais

Nascidos entre 1990 e 2000, eles foram criados em um ambiente no qual relações e interações digitais prevalecem.

Essa geração está chegando ao mercado de trabalho e ao varejo, determinando as tendências comportamentais e de consumo.

Seu estilo de vida é totalmente conectado, e isso reflete no seu comportamento de compra. Os canais digitais são largamente utilizados. Além disso, esses jovens são mais otimistas do que as gerações anteriores e possuem o desejo de mudar positivamente o mundo em que vivem, inclusive por meio do que consumem.

Como o varejo deve agir com essas gerações?

Para entender de que modo se preparar para vender para determinado público, é preciso identificar as necessidades e dores de cada um. Assim, é possível desenvolver soluções assertivas.

As novas gerações, apesar de serem digitais, gostam de fazer compras em lojas físicas. São omnishoppers, precisam experimentar o mundo real e consumir produtos que ofereçam uma proposta de valor e que sejam oriundos de marcas que tenham responsabilidade social.

Por isso, a criação de experiências diversas é uma importante ação que deve ser desenvolvida pelos varejistas. Para chamar a atenção desses consumidores, é preciso investir em um ambiente que estimule os sentidos e que seja inovador.

Para que o varejo seja bem-sucedido, é necessário pesquisar e estar antenado ao comportamento de compra dos clientes. Isso é fundamental para estabelecer uma conexão profunda entre marca e consumidores.

Ficou mais claro como preparar o seu PDV para as diferentes gerações? Ainda tem dúvidas sobre o comportamento de compra dos consumidores? Então, continue acompanhando nosso blog para conhecer outras informações úteis para o seu varejo!

Compartilhe!